Campanelli diz ser contra SAF no Comercial

Foto: Fábio Júnior/EPTV

Publicados 4 semanas atrás em 1 de maio de 2024
Por: Bruno Rys Colesanti

O novo presidente do Comercial, Antônio Carlos Campanelli, expressou sua firme oposição à transformação do clube em Sociedade Anônima do Futebol (SAF). Apesar da aprovação de um estatuto pelo Conselho Deliberativo que facilitaria esse processo, Campanelli reiterou sua posição contrária.

Em sua gestão, Campanelli afirma que o Comercial deve permanecer sob controle dos comercialinos, rejeitando a ideia de transferi-lo para uma entidade externa. Ele destacou que durante a gestão anterior, o assunto foi discutido e houve interesse de um grupo na SAF, mas esse interesse diminuiu devido a questões internas do clube.

“Sou muito franco de dizer, não vou ficar em cima do muro, nem vou esconder o que penso. Eu, particularmente, sou contra a SAF. Sou da opinião que o Comercial ele é dos comercialinos. Vem uma SAF aí, de uma pessoa de fora. Às vezes me chamam de forasteiro, mas não sou forasteiro, sou de Ribeirão. Mas chamam porque estou em Campinas. Já imaginou eu pegar minha assinatura e colocar numa SAF? É virar a esquina ali para falarem que eu recebi por fora, que eu vendi o Comercial, que chegou e mudou o distintivo, a camisa, tudo. É uma responsabilidade que jamais quero assinar isso. Eu não consigo fazer isso. Nem sei o que eu faria se alguém me acusasse uma coisa dessa. Eu sou contra a SAF” – disse.

Campanelli enfatizou sua posição franca contra a SAF, argumentando que isso comprometeria a identidade e tradição do Comercial. Ele mencionou preocupações com possíveis acusações de venda do clube ou mudanças no seu caráter e símbolos. No entanto, ele deixou aberta a possibilidade de considerar propostas, desde que garantam a preservação da essência do clube.

O presidente citou exemplos de outros clubes que adotaram o modelo de SAF, como São José-SP, Ferroviária e Monte Azul, que não obtiveram sucesso esportivo recentemente. Ele argumentou que simplesmente quitar a dívida do clube não seria suficiente para justificar a mudança, destacando a importância de garantias sólidas e um compromisso com a tradição do Comercial.

Campanelli concluiu afirmando que, embora seja pessoalmente contra a SAF, ele não descartaria completamente a possibilidade de considerar propostas futuras, deixando a decisão nas mãos dos dirigentes e do Conselho Deliberativo do clube. Ele reconheceu que, embora mantenha sua posição, está aberto ao diálogo e à análise de propostas caso surjam no futuro.

 

Fique por dentro das notícias! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do TSP (Tudo Sobre Paulista) pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Comercial2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

P