Cássio não fala com a imprensa e questionamentos só aumentam

Foto: Thiago Ribeiro/AGIF

Publicados 1 semana atrás em 15 de maio de 2024
Por: Bruno Rys Colesanti

O duelo contra o Argentinos Junior marcou o primeiro jogo de Cássio após rumores de sua saída do Corinthians. Os olhares estavam não só voltados para o campo, como também ao banco de reservas, já que o goleiro perdeu o posto de titular nos últimos jogos e foi reserva pelo sexto jogo consecutivo.

Principalmente antes do jogo, depois da entrada dos goleiros em campo para realizar o aquecimento pré-jogo, Cássio foi ovacionado pela torcida corintiana.

O goleiro tem em mãos uma proposta do Cruzeiro e, após comunicar a diretoria seu desejo de ir embora, tem sua saída iminente. O Timão até vem tentando melhorar os números e a longevidade do contrato de renovação oferecido a Cássio. Uma nova conversa entre clube e jogador deve selar o destino do jogador

Ao fim da vitória por 4 a 0, o treinador António Oliveira falou sobre o tema, enalteceu o ídolo corintiano, mas não deu muitas pistas.

 “Aquilo que posso falar é sobre o jogador e sobre o ser humano. E nessa perspectiva, tanto o jogador como o ser humano trabalhou naturalmente e normalmente durante esta semana conosco. É um grandíssimo goleiro, é o maior ídolo da história do clube, e isso não se apaga, vai ficar gravado nas páginas douradas deste clube. Não sou eu que vou decidir a vida do Cássio, portanto, aquilo que eu posso dizer como ser humano é um jogador de uma dimensão humana fantástica, de uma personalidade fantástica, de um grande caráter, trabalhador, homem de família.”

Outro a falar com a imprensa sobre o tema foi Carlos Miguel, justamente o substituto de Cássio após sua ida ao banco de reservas.

“Sobre o Cássio, todos têm a maior gratidão possível. Eu sempre falo que eu tenho a maior gratidão pelo que ele fez comigo, por eu estar jogando hoje graças a ele também, ele tem uma gigantesca parcela nisso. E entre a gente, ele pra mim é um pai, ele é um cara que cuida de todos nós sempre”.

“Sobre a saída dele, eu não sei, a gente não conversa muito disso, não temos muito tempo para conversar dessas coisas porque a gente tem jogos de semana e final de semana e é complicado. A decisão eu não sei, não cabe a mim. Eu agradeço muito a ele por tudo aqui. Eu peço que ele fique com a gente, lógico. Todos nós gostamos dele, convivendo com eles há anos ano. Ele está aqui há 12 anos, desde quando eu cheguei aqui foi um cara que me apoiou bastante. Eu só agradeço a ele”, concluiu Carlos Miguel.

Já Cássio, passou direto pela zona mista, comentando que “No momento certo vou falar”.

No Timão desde 2012, Cássio perdeu a vaga no time titular após declaração, justamente contra o Argentinos Juniors, sobre a pressão que vinha recebendo com os maus resultados da equipe. Seu contrato é válido até o fim do ano..

Ele soma 712 jogos pelo Clube do Parque São Jorge, sendo o segundo atleta da história com mais partidas pelo clube. Além disso, são nove títulos conquistados.

Fique por dentro das notícias! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do TSP (Tudo Sobre Paulista) pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Corinthians no Copa Sul-Americana 2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

P