Eduardo Baptista valoriza empate contra o Brusque

Foto: Ozzair Jr./Novorizontino

Publicados 2 semanas atrás em 3 de junho de 2024
Por: Bruno Rys Colesanti

O técnico Eduardo Baptista valorizou bastante o ponto conquistado pelo Novorizontino no empate sem gols contra o Brusque. Apesar de criticar o estado do gramado no estádio de Itajaí, o treinador elogiou a equipe por neutralizar o adversário na partida deste sábado (01).

“Foi um jogo difícil, ficamos surpresos com a CBF mandando um jogo em um campo com essas condições. Não é futebol, é guerra, é luta. No primeiro tempo demoramos para entender, perdemos muitas segundas bolas. No segundo tempo voltamos melhores, mais compactos, criamos mais chances, mas faltou sorte em algumas situações. Mas é um ponto importante, mais um jogo sem levar gol. O Brusque é muito bom em bolas paradas, muito forte, tanto com seus zagueiros quanto com o atacante. Conseguimos neutralizar.”

Baptista destacou a importância de sair com um ponto: “Saímos para dois jogos fora e fizemos quatro pontos sem levar gol, com boa defesa e muita luta. Quando as coisas não funcionam tecnicamente e taticamente, nossa equipe luta muito, que é a cara da Série B. Para o que o campo ofereceu, acho que foi muito bom.”

O técnico ressaltou a importância de não ter levado gols pela terceira partida consecutiva, algo que não acontecia há um ano, quando a equipe ficou seis jogos sem ser vazada.

“Estávamos levando alguns gols e conseguimos estancar isso em três jogos difíceis. Estávamos sofrendo com bolas paradas, o que é uma arma importante na Série B, e conseguimos resolver isso. Os pontos são importantes, e esses detalhes nos deixam muito satisfeitos. São quatro pontos fora de casa, agora é trabalhar, descansar um pouco e melhorar alguns aspectos para vencer em casa novamente.”

Eduardo Baptista mencionou o “prejuízo técnico” sofrido pelo clube após a saída de jogadores importantes no fim do Paulistão. Além do atacante Jenison, o clube perdeu três titulares: o meia Rômulo, o lateral Willean Lepo e o zagueiro Chico.

“Uma equipe do tamanho do Novorizontino, ao realizar 12 milhões em vendas, sofre um grande prejuízo técnico. Perdemos jogadores que agora estão no Palmeiras, na Série A, e no Sport. Quando você perde peças assim, o impacto é grande. O torcedor quer resultados, mas estamos trabalhando com calma para pontuar e, quando encontrarmos o encaixe do Paulistão, brigaremos pelo menos entre os 10 primeiros. Essa é a nossa meta.”

Baptista falou sobre o retorno do volante Geovane, peça crucial que se recuperou de um desconforto muscular na coxa direita.

“Geovane é um jogador importante, embora tenha sofrido com lesões este ano, impedindo-o de ter o ritmo necessário. Mas confiamos totalmente nele; ele é o coração do nosso time. Tivemos cuidado, ele jogou os 90 minutos hoje, mas o campo o prejudicou bastante. Ver ele voltar e conseguir ritmo é importante.”

O treinador também projetou o próximo confronto contra o Santos, na sexta-feira, às 21h, no estádio Jorjão, pela nona rodada da Série B.

“O Santos é um adversário conhecido por nós, já enfrentamos em Santos. Jogando em casa, em um campo melhor, vamos procurar vencer, mas sabemos que o Santos é uma equipe muito qualificada. Se não der para ganhar, conquistar um ponto será importante, assim como hoje. O Brusque conseguirá muitos resultados aqui, então o ponto que conquistamos é de grande valia.”

O Novorizontino ocupa a nona posição na tabela, com 11 pontos em uma campanha de três vitórias, dois empates e três derrotas.

Fique por dentro das notícias! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do TSP (Tudo Sobre Paulista) pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Novorizontino no Brasileiro Série B Série B 2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

P