Marcinho questiona decisões da arbitragem na derrota do Ituano

Foto: Mauro Horita/Ituano FC

Publicados 9 meses atrás em 5 de novembro de 2023
Por: Jenyffer Previtalli

O técnico Marcinho, do Ituano, expressou sua insatisfação com a arbitragem após a derrota para o Juventude, por 2 a 1, na sexta-feira (03) à noite, em Caxias do Sul.

O treinador analisou a atuação da equipe e destacou a oportunidade perdida por Hélio Borges nos minutos finais, que poderia ter resultado na vitória.

Nós tivemos momentos muito bons enquanto estávamos com 11. Com 10 homens também conseguimos controlar o jogo, não viver de chutão e depois, claro que com a qualidade e a maneira como o Juventude veio, tivemos de recuar um pouco mais, mas mesmo assim podendo jogar com a bola. Conseguimos o empate, poderíamos ter feito a virada com o Hélio e não conseguimos. E infelizmente no final aconteceu algo que ninguém gosta em relação ao pênalti”

Marcinho também questionou a expulsão de Claudinho no primeiro tempo e a marcação de um pênalti no último minuto do jogo, causada por um toque de mão de José Aldo. O árbitro inicialmente não marcou o pênalti, mas depois de revisar o lance no VAR, voltou atrás e concedeu a penalidade.

O técnico argumentou que a bola primeiro tocou no peito de José Aldo antes de atingir sua mão, e criticou a insegurança do árbitro durante toda a partida. Ele também expressou sua frustração com o uso do VAR, afirmando que as decisões tomadas com base nas imagens nem sempre são claras.

“Na minha opinião, a bola bate no peito dele primeiro e corre para o braço. Ele estava com o braço aberto, mas há um toque antes de a bola chegar ao braço. O árbitro foi tão convicto em relação a não marcar o pênalti e aí nós temos algo hoje que ao invés de melhorar o nosso futebol, vem complicando, que é o VAR”

Ituano perde no finalzinho para o Juventude

Ituano perde para o Juventude. Foto: Gabriel Tadiotto

“Se você tem uma pessoa convicta do que viu dentro de campo, depois ela vai ver o VAR, as câmeras não são as melhores, mas é nítido que a bola toca antes no peito e depois na mão. E acaba dando um pênalti desses. E também em relação ao jogo, à insegurança do árbitro durante toda a partida não foi das melhores. Com um minuto de jogo ele deu um cartão e antes de o Claudinho ser expulso vimos o Gabriel (Taliari) dando uma entrada maldosa nele e nada de cartão. Por que o VAR também não voltou e reviu a jogada? O gosto é de tristeza por perder desse jeito, ainda mais porque o Ituano fez uma grande partida”, disse o técnico.

Ituano perde e fica na 14ª colocação.

Ituano perde e fica na 14ª colocação. Foto: Reprodução SporTV

Agora é poder continuar dando confiança, trabalhando o que temos de fazer com a nossa identidade. Durante a semana a dor tem que vir, mas na segunda-feira é tudo mundo pronto para trabalhar firme e forte. O Ituano, independentemente de onde for, vai jogar do mesmo jeito em relação a buscar o gol, ser vertical e ter posse de bola. A confiança é grande dentro de todos.

Apesar da sequência ruim de resultados, Marcinho afirmou que o grupo continua confiante para as três rodadas finais da competição. Ele enfatizou a importância de manter a identidade de jogo da equipe e a confiança no potencial do Ituano.

Atualmente, o Ituano ocupa a 14ª posição na Série B, com 37 pontos. O próximo jogo será contra o Sampaio Corrêa, no estádio Novelli Júnior, em Itu, no sábado (11) às 15h30, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B.

Fique por dentro das notícias do Galo de Itu! Siga nosso perfil no Instagram.
Profetize o próximo resultado do Ituano! Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

Fique por dentro das notícias! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do TSP (Tudo Sobre Paulista) pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Ituano no Brasileiro, Brasileiro Série B Série B 2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

P