Santos reduz bruscamente a folha salarial em relação a 2023

Foto: Raul Baretta/Santos FC

Publicados 4 semanas atrás em 24 de abril de 2024
Por: Kayky Amaral

Responsável por conduzir a reconstrução do Santos após o rebaixamento para a Série B, Marcelo Teixeira implementa mudanças significativas no clube. Com foco na redução de custos, o presidente realizou uma reestruturação profunda no elenco.

ENTENDA

Foto: Raul Baretta/Santos FC

  • Em apenas 100 dias de gestão, Teixeira conseguiu diminuir consideravelmente a folha salarial do time masculino. O montante, que era de R$ 16.061.309,82 em janeiro, caiu para R$ 11.514.170,45 em abril, uma redução de R$ 4.547.139,21.
  •  A quantidade de jogadores foi reduzida de 48 para 38, enquanto a equipe técnica e de apoio diminuiu de 48 integrantes para 35. No setor administrativo, houve um acréscimo de uma pessoa, passando de duas para três.
  • Os cortes também afetaram as categorias de base, com a folha salarial diminuindo de R$ 1.883.423,62 para R$ 1.804.880,85. Por outro lado, no futebol feminino, houve um aumento de R$ 593.674,91 para R$ 748.138,87.
  • Considerando todas as categorias, a folha salarial total do Santos passou de R$ 20.106.875,98 para R$ 15.588.889,81. Essas medidas visam tornar o clube mais sustentável financeiramente e prepará-lo para futuros desafios.

Após o rebaixamento, o Santos necessitava de uma redução salarial, já que não terá as mesmas cotas de transmissão de quando estava na Série A.

Fique por dentro das notícias! Siga nosso perfil no Instagram.

Receba notícias do TSP (Tudo Sobre Paulista) pelo WhatsApp.

Profetize os resultados do Santos no Brasileiro, Brasileiro Série B Série B 2024!
Clique aqui, faça seu cadastro na Betnacional e use o código: TUDOSOBREPAULISTA.

P